ATENÇÃO: Aumento dos valores para definição da modalidade de licitação e dos limites da dispensa por valor!

Contratação diretaLicitação

Os valores que determinam o cabimento das modalidades de licitação e das contratações por dispensa previstas no art. 24, incs. I e II, ao que tudo indica, serão corrigidos após 20 anos!

A proposta de atualização, apresentada pelo Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), visa melhorar a eficiência das compras governamentais através da correção dos valores e expansão dos limites de dispensa de licitação.

Foi constatado pelo órgão que, atualmente, muitos dos pregões realizados são considerados deficitários, ou seja, o procedimento para organizar a licitação é mais oneroso do que a economia obtida por meio do procedimento.

A proposta prevê a correção dos valores pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPCA), elevando os limites das contratações por dispensa de licitação de obras e serviços de engenharia de R$ 15.000,00 para R$ 49.524,12, e para outros serviços e compras de R$ 8.000,00 para R$ 26.412,86.

Além de os valores atualizados de dispensa representarem mais que o dobro dos vigentes, o órgão avaliou que o ideal seria alterar também os percentuais estabelecidos no inc. I e II do art. 24 da Lei de Licitações, de 10% para 20%, através de projeto de lei, o que aumentaria o número de contratações por dispensa e diminuiria a ocorrência de pregões deficitários.

Com a proposta constatamos uma melhora. Porém, o mais acertado seria a correção anual, conforme previsto no art. 120 da Lei de Licitações e defendido pela Zênite nesse post de 2013.

Confira a nota técnica do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) aqui e aguardemos cenas dos próximos capítulos, inclusive em relação ao projeto de lei que tem como objetivo uma nova Lei de Licitações!

 

Continua depois da publicidade
Seja o primeiro a comentar
Utilize sua conta no Facebook ou Google para comentar Google

Assine nossa newsletter e junte-se aos nossos mais de 100 mil leitores

Clique aqui para assinar gratuitamente

Ao informar seus dados, você concorda com nossa política de privacidade

Você também pode gostar

Continua depois da publicidade

Doutrina

A LINDB esvaziada

Não é novidade que o aparato de controle e de repressão da Administração Pública nunca se animou com as alterações promovidas na LINDB pela Lei n. 13.655/2018. Tanto é verdade...

Colunas & Autores

Conheça todos os autores