Deficiência no planejamento e dispensa de licitação foram temas tratados em oficina do TCE/MG

Planejamento

Em Belo Horizonte/MG, no dia 09/05/2013, foi realizada no Expominas a oficina “os principais equívocos cometidos pelos municípios em procedimentos licitatórios”, ministrada pelo Coordenador de Fiscalização dos Municípios do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, Paulo Henrique Figueiredo.

O palestrante destacou que, dentre os maiores erros cometidos pelos agentes públicos na realização de procedimentos licitatórios, estão a deficiência no planejamento, a inobservância das normas para publicidade dos atos do gestor e as exigências abusivas nos editais. O vereador Walmir Linhares, em entrevista durante o evento, apontou o planejamento como um dos aspectos tratados na oficina que mais lhe chamou a atenção: “ficou muito claro que, sem o planejamento, o município não consegue fazer uma boa administração, não consegue aplicar os recursos de maneira positiva”.

A oficina abordou ainda questões referentes à dispensa de licitação, tema que, segundo o Coordenador de Fiscalização dos Municípios do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, é recorrentemente analisado pelo TCE/MG.

Para saber mais sobre temas polêmicos envolvendo a dispensa e inexigibilidade de licitação, inscreva-se no Seminário Nacional “Dispensa e inexigibilidade de licitação: como formalizar o procedimento e gerir os contratos decorrentes de contratação direta”, o qual será promovido pela Zênite nos dias 26 e 27 de agosto de 2013, na cidade de Belo Horizonte/MG.

Para saber também sobre outros eventos promovidos pela Zênite, acesse: http://www.zenite.com.br/proximos-eventos.

Continua depois da publicidade
Seja o primeiro a comentar
Utilize sua conta no Facebook ou Google para comentar Google

Assine nossa newsletter e junte-se aos nossos mais de 100 mil leitores

Clique aqui para assinar gratuitamente

Ao informar seus dados, você concorda com nossa política de privacidade

Você também pode gostar

Continua depois da publicidade

Doutrina

A LINDB esvaziada

Não é novidade que o aparato de controle e de repressão da Administração Pública nunca se animou com as alterações promovidas na LINDB pela Lei n. 13.655/2018. Tanto é verdade...

Colunas & Autores

Conheça todos os autores