Contratação pública de bens e serviços de Tecnologia da Informação

TI - Tecnologia da Informação

A expressão “Tecnologia da Informação” compreende, em rasas palavras, uma gama de soluções relacionadas com os setores estratégico, organizacional e administrativo, sendo, portanto, de vital importância para qualquer organização.

Em razão disso, a necessidade de aporte de capital à área de TI se faz cada vez mais presente e vultosa, o que implica, por sua vez, na crescente atenção em relação ao planejamento da escolha e da correta utilização dessas soluções.

No entanto, no âmbito da Administração Pública, ainda se verifica um hiato entre o reconhecimento da necessidade de definição de estratégias de TI e sua correta implementação.

É o que se infere da constatação realizada pelo Tribunal de Contas da União, a partir do Levantamento de Auditoria materializado no Acórdão nº 1603/2008 – Plenário. O objetivo principal da auditoria foi obter informações para a elaboração do mapa da situação de governança de TI na Administração Pública Federal, o qual demonstrou que 59% dos órgãos e entidades pesquisados não possuíam planejamento estratégico de Tecnologia da Informação.

A deficiência de planejamento e gestão contratual na área de TI reflete diretamente na contratação de bens e serviços a ela pertinentes, tornando-as ineficazes e ineficientes. Também são conseqüências desse déficit em planejar a incompatibilidade entre os recursos alocados e as prioridades do órgão/ente, a baixa qualidade dos serviços prestados e a interrupção na execução dos contratos, o que, em última análise, implica em constante desperdício de recursos públicos.

Conhecer este panorama e a importância da Tecnologia da Informação conduz à reflexão sobre medidas que podem ser adotadas para a melhoria do sistema como um todo. É com essa finalidade que se inicia a atividade de publicação de comentários sobre o tema.

Serão disponibilizados aos leitores textos sobre diversos aspectos da contratação de bens e serviços de TI, com o que se espera estimular a discussão e a propagação de boas práticas para aperfeiçoamento das contratações pertinentes ao ramo.

Continua depois da publicidade
Seja o primeiro a comentar
Utilize sua conta no Facebook ou Google para comentar Google

Assine nossa newsletter e junte-se aos nossos mais de 100 mil leitores

Clique aqui para assinar gratuitamente

Ao informar seus dados, você concorda com nossa política de privacidade

Você também pode gostar

Continua depois da publicidade

Doutrina

A LINDB esvaziada

Não é novidade que o aparato de controle e de repressão da Administração Pública nunca se animou com as alterações promovidas na LINDB pela Lei n. 13.655/2018. Tanto é verdade...

Colunas & Autores

Conheça todos os autores